Análise: refém dos próprios erros, Vitória se desestrutura com gols sofridos | Rota do Sertão

ESPORTES

Análise: refém dos próprios erros, Vitória se desestrutura com gols sofridos

17/07/2017 11:08 Depois de início de jogo promissor contra o Palmeiras, Leão muda de postura após sofrer empate em pênalti polêmico e pouco depois leva a virada. Análise: refém dos próprios erros, Vitória se desestrutura com gols sofridos

Prejudicado pela arbitragem e também pelos próprios erros contra o Palmeiras, o Vitória sofreu nova goleada no Campeonato Brasileiro – a terceira por quatro gols na competição – e segue afundado na zona de rebaixamento. De um início de jogo promissor, quando, organizado e bem fechado, marcou logo aos nove minutos, o Leão terminou a partida da pior forma possível, desestruturado e com um 4 a 2 no placar.

Antes de mencionar qualquer ponto sobre a partida, é fundamental lembrar a condução do jogo pela arbitragem. O Vitória não sofria riscos e controlava a partida ao seu modo até o pênalti. A penalidade mal marcada de Wallace sobre Mina desestabilizou o time, que pouco tempo depois sofreu outro gol. No segundo tempo, o árbitro também errou para o outro lado, ao não marcar pênalti em Willian, e novamente para o Vitória, quando Patric sofreu falta de Egídio dentro da área.

Contudo, os erros de arbitragem não isentam o Vitória da responsabilidade pelo resultado. E olhe que o time teve muitos momentos de lucidez na partida. Bem resolvido na proposta de se fechar no campo de defesa e aproveitar os contra-ataques, o time neutralizou o Palmeiras no início do jogo e ainda fez o gol em uma bela trama entre Neilton e Uillian Correia. Por sinal, dois jogadores até pouco tempo reservas. O segundo continua nessa situação, uma vez que jogou na vaga do poupado Carlos Eduardo. Será que, de fato, merece ser reserva?

Mas aí aconteceu o pênalti, o primeiro gol do Palmeiras e dez minutos depois a virada. Segundo gol que não teve responsabilidade direta do árbitro ou qualquer outra interferência externa. E, para ser mais exato, nem muito mérito do Palmeiras. Wallace não se entendeu com Alan Costa, e Guerra aproveitou para tocar para Dudu virar o jogo.

Mas o time que terminou a etapa inicial abalado, se reorganizou no segundo tempo e ainda foi superior ao Palmeiras, mesmo mudando a proposta de jogo. O Vitória adiantou a marcação, teve posse de bola e criou. Mas perdeu chances claras, uma delas incrível, com Neilton, e então veio o banho de água fria em outro gol sofrido sem interferência do juiz, nem muito trabalho do Palmeiras. Renê Santos e Gefferson foram para a marcação de Dudu e não impediram que o atacante cruzasse na área. Cleiton Xavier perdeu na corrida para Róger Guedes e o final disso tudo foi mais um gol dos mandantes. Essa jogada terminou com quatro jogadores do Palmeiras na área do Vitória, contra dois rubro-negros. O próprio técnico do Vitória reconheceu os vacilos do time nos gols.

São gols que não podem acontecer. Não podemos transferir a responsabilidade para ninguém, temos que assumir essa responsabilidade. Gols onde o adversário está tranquilo, tínhamos dois atletas na hora que o Dudu cruzou, o Cleiton em condições de tirar a bola. Situações que a responsabilidade é minha, mas temos que alertar. Essas falhas defensivas resultam em gols e essas falhas ofensivas nos deixam em situação ruim – disse Alexadre Gallo.

No final das contas, o 4 a 2 para o Palmeiras pode ser visto como exagerado. Não foi um massacre, tampouco uma partida tão superior dos mandantes - terminou com 14 finalizações para a equipe paulista e oito para os visitantes. Mas bastou para passar pelo Vitória. Novamente refém dos seus erros, o Leão tem que buscar superar suas próprias falhas se quer pensar em sair da incômoda zona de rebaixamento.

 

 

 

 

 

Fonte: GloboEsporte / Ruan Melo  

Crédito Foto:  Divulgação 

Tags: Análise, próprios, erros, Vitória, desestrutura, gols, sofridos
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Alagoas 04/08/2013 10:02 Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Neste domingo (7), eleitores de 16 municípios de sete Estados...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Operação no Sertão: Gecoc e PM prendem suposta quadrilha de assaltos a bancos Alagoas / Polícia 24/10/2013 11:35 Operação no Sertão: Gecoc e PM prendem suposta quadrilha de assaltos a bancos Indícios apontam para o envolvimento dos acusados nos assaltos contra...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...