Unidos à beleza natural, café, vinho e culinária impulsionam turismo na Chapada Diamantina | Rota do Sertão

TURISMO

Unidos à beleza natural, café, vinho e culinária impulsionam turismo na Chapada Diamantina

06/08/2019 20:38 Formado por 24 municípios, território no centro da Bahia é um dos mais procurados por turistas, que buscam por pausa de cidades grandes. Região recebe centenas de visitantes por ano. Unidos à beleza natural, café, vinho e culinária impulsionam turismo na Chapada Diamantina

Unidos às belezas que a natureza oferece, a produção de café e vinho e a culinária típica da Chapada Diamantina, no centro da Bahia, têm sido fortes estimulantes para o turismo na região. Formado por 24 municípios, o território é um dos mais procurados por aqueles que desejam um tempo longe das cidades grandes.

Neste sábado (8), a TV Bahia exibiu a sétima reportagem do projeto "Avança", que trata sobre o desenvolvimento econômico do estado, e mostra segmentos que são destaque, setores com alta produtividade, exemplos de negócios e utilização de tecnologia.

Saiba tudo sobre o Avança

A capital turística da Chapada Diamantina é a cidade de Lençóis, que está localizada a cerca de 400 km de Salvador, capital do estado. No município, fica o único aeroporto da região: Aeroporto Coronel Horácio de Matos. Atualmente, o terminal aéreo tem cinco voos que partem e chegam na cidade a cada semana. Mas é pela estrada que a maioria dos turistas chega.

Por ano, o município recebe 120 mil visitantes, dez vezes a população local: 12 mil moradores. Além do sossego da natureza, os turistas buscam aventura nas trilhas, vales, rios e cachoeiras da região. Há também barzinhos, restaurantes e um clima gostoso que convida o turista a relaxar, nas noites badaladas da cidade.

Lençóis oferece 4 mil leitos em casas de aluguel, campings, hotéis e pousadas bem charmosas. Em um desses estabelecimentos, trabalha a instrutora de yoga Maira Kegler Vega. A gaúcha chegou na região a passeio, mas se apaixonou pelas belezas naturais e acabou ficando.

A 150 km da cidade, fica a vizinha Mucugê. O município é o mais agrícola da Chapada Diamantina, responsável por 66% da produção, além de ser outro destino obrigatório na região.

Uma das atrações turísticas é o Cemitério de Santa Isabel, conhecido como Cemitério Bizantino. Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o espaço é um dos poucos do país com esse tipo de arquitetura e com curiosos mausoléus construídos há quase 200 anos pelos barões do garimpo que viveram na região.

Unidos à beleza natural, café, vinho e culinária impulsionam turismo na Chapada Diamantina

Cemitério Bizantino, em Mucugê

Mas além da história e das belas paisagens, o vinho também movimenta a economia na cidade. Uma das pessoas que investe nesse seguimento é o produtor rural Fabiano Borré. Ele plantou uvas que já estão dando vinho de qualidade.

Quando a vinícola estiver a todo vapor, em cerca de 4 anos, vai produzir 300 mil garrafas de vinhos finos. A expectativa do produtor é empregar 150 pessoas no complexo, que incluirá também um hotel.

Atualmente, além do vinho, a fazenda de Fabiano também produz cafés especiais, com controle de todo o processo, desde o plantio à torrefação dos grãos. Mas o produtor não é o único na região.

A 70 km de mucugê, é também o café que atrai turistas e movimenta a economia da simpática cidade de Piatã.

O bom solo, a altitude e, principalmente, o cuidado dos produtores fizeram o café do município ser descoberto pelo planeta. Um desses contribuintes é seu Antonio Rigno.

A fazenda do produtor rural é três vezes campeã da "Cup of Excellence", competição internacional que elege todos os anos o melhor café do mundo.

Aliado ao sucesso do setor, trabalha dona Terezinha, que é casada com seu Rigno. Cozinheira de mão cheia, ela abriu uma casinha de café colonial há 4 anos. No começo, era só para atender os negociadores de café, contudo, aos poucos, o lugar virou ponto turístico da região.

 

 

 

 

Fonte: rotadosertao.com/ com Informações G1Bahia

Crédito Foto: Tadeu Gonçalves/Iphan/ Jeilson Andrade/ICMbio

Tags: Unidos , beleza natural, café, vinho , culinária, impulsionam, turismo, Chapada ,Diamantina
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Esportes / Pernambuco 03/06/2018 11:16 Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Zagueiro destaca papel nos problemas fora das quatro linhas e...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...
Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Alagoas 04/08/2013 10:02 Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Neste domingo (7), eleitores de 16 municípios de sete Estados...