Análise: pressionado, Náutico dá resposta e apresenta alternativa de jogo | Rota do Sertão

ESPORTES

Análise: pressionado, Náutico dá resposta e apresenta alternativa de jogo

06/11/2019 12:00 Timbu joga de forma segura e demonstra que pode atuar de modo diferente ao praticado com antecessor de Gilmar Dal Pozzo. Análise: pressionado, Náutico dá resposta e apresenta alternativa de jogo

A vitória do Náutico sobre o Sampaio Corrêa foi importante, obviamente, do ponto de vista prático: com ela, o Timbu somou três pontos, ultrapassou o próprio time maranhense e voltou ao G-4 do grupo A da Série C. Mas os efeitos da atuação no Castelão vão além disso. Com a estratégia que desenvolveu e executou para aplicar o 2 a 0, o Timbu mostrou que pode jogar em um estilo diferente do que vinha apresentando até então - o que pode ser útil em diferentes momentos na competição.

A mudança de postura tem a ver com a troca recente de comando. Do início do ano às primeiras rodadas da Série C, Márcio Goiano foi o treinador da equipe. Por convicção do técnico, a supremacia na posse de bola e o "protagonismo" do jogo eram perseguidos obsessivamente. Elementos inegociáveis.

Márcio chegou a citar como modelos o Fluminense e o Santos - dirigidos por Fernando Diniz e Jorge Sampaoli. Ambos são conhecidos por adotarem o estilo de posse de bola e marcação pressão, de modo a sufocar e impedir que o adversário jogue.

Diante do Sampaio, já com Gilmar Dal Pozzo, o Timbu foi diferente. Com tempo para treinar, o treinador traçou uma estratégia mais reativa para a partida. Traduzindo do futebolês: o Náutico jogou com marcação mais recuada, atraiu o adversário, fechando as áreas mais perigosas, e explorou o contra-ataque.

Ao invés dos passes horizontais, o jogo vertical. Menos controle da bola, mais velocidade na transição.

Deu certo contra a equipe maranhense. O Náutico venceu, não sofreu sustos e criou chances no contra-ataque. Não se sabe se funcionará em outras situações. Não há certo ou errado no futebol. Nem o estilo de Márcio Goiano era perfeito, nem o praticado na segunda-feira é infalível.

Parte do sucesso de um time é saber se adaptar ao que cada duelo exige. A boa notícia, para o Náutico, é que o time mostrou que sabe jogar de outra forma. Porque há momentos em que é necessário ser dono da bola e propor o jogo. Mas há, também, situações em que a partida pede que se baixe a marcação e se explore o contra-ataque.

Especialmente numa competição competitiva como a Série C. Saber o que usar em cada momento e executar a estratégia à risca é o desafio.

 

 

 

Fonte: rotadosertao.com / Com informações de Rômulo Alcoforado /  GloboEsporte

Crédito Foto:  Léo Lemos / Náutico

Tags: Análise, pressionado, Náutico , resposta , apresenta ,alternativa , jogo
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Esportes / Pernambuco 03/06/2018 11:16 Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Zagueiro destaca papel nos problemas fora das quatro linhas e...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...
Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Alagoas 04/08/2013 10:02 Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Neste domingo (7), eleitores de 16 municípios de sete Estados...