Ibateguara, cidade do frio e com cachoeiras exuberantes | Rota do Sertão

TURISMO

Ibateguara, cidade do frio e com cachoeiras exuberantes

25/07/2019 21:18 Município fica 500 metros acima do nível do mar e é uma das grandes atrações turísticas no inverno alagoano. Ibateguara, cidade do frio e com cachoeiras exuberantes

Ibateguara, situada 500 metros acima do nível do mar, carinhosamente denominada como a cidade do frio, tendo sido até chamada no passado de “a Suíça”, pelo clima ameno, está localizada entre duas regiões turísticas: o Circuito do Frio e o Roteiro Caminhos da Liberdade. Município encravado na microrregião Serrana dos Quilombos, tendo como limites São José da Laje, União dos Palmares, Colônia Leopoldina, Joaquim Gomes, Quipapá, Maraial e Iraci, em Pernambuco, tem em suas serras, cachoeiras e bacia hidrográfica, integrada pelo rio Jacuípe e pelos riachos Horizonte, Jiboia, Sumidouro, Taquara (limite com Colônia Leopoldina e Pernambuco) e Camaragibe (limite com União dos Palmares), suas principais atrações.

Ibateguara teve origem no antigo engenho Roçadinho de propriedade de Claudino Costa Agra. Foram lançadas, aí, as bases da povoação que se estenderia e que mais tarde viria a ser o povoado Piquete, que é o primeiro núcleo populacional do atual município. O nome lhe foi dado em virtude de um piquete formado pelo caudilho Vicente de Paula na sua luta contra Claudino da Costa Agra. Em 1959 seu nome foi mudado para Horizonte, permanecendo, este nome, por pouco tempo. D. Ranulfo de Farias, então Arcebispo de Maceió, sugeriu o topônimo de Ibateguara, nome de origem indígena que significa “lugar alto”.

EXUBERÂNCIA

Dois acidentes geográficos marcam o panorama natural do município: a Serra do Vento com 580 metros de altura e da Canastra com 630 metros. Mas é uma cachoeira, a do Tombador, que realmente exerce a função de ser a grande atração turística de Ibateguara. Se existe um lugar exuberante, cercado por uma floresta intocável que dá charme ao local, localizada na Serra do Catita, aproximadamente 11 km do centro da cidade, é a Cachoeira do Tombador, também conhecida como “Véu-de-Noiva”.

Com uma queda de aproximadamente 150 metros de altura, de difícil acesso para se chegar, pois boa parte da trilha é sobre as pedras do Rio Jacuípe, essa cachoeira recebe apaixonados por natureza o ano inteiro. Mas vale apena o esforço que pode durar cerca uma hora. Muitos dizem que mesmo sendo uma das mais belas paisagens de Alagoas, não é um lugar de turismo e sim de reflexão, oração e espiritualidade, já que a cachoeira Véu-de-Noiva fica dentro de um lugar santo.

Lendas da natureza, uma atração amorosa

 

A lenda relata o seguinte: contava o senhor José Ferreira (falecido), que uma linda jovem iria se casar, mas seu noivo não chegou à igreja para o casamento. Todos os convidados já se encontravam desesperados e ela mais desesperada ainda saiu correndo sem rumo e quando se deu conta chegou a uma cachoeira que ao avistá-la se encantou, e ficou por lá. Nas noites essa moça canta à procura de um amado, aquele que escutar o seu canto e for ao encontro, apaixona-se por ela e quebra o encanto casando-se com ela.

Para quem gosta de caminhar e fazer trilhas a cidade oferece algumas boas opções: pode escolher a trilha de Ibateguara ao sitio Laranjeiras, de 15 km e outra até a Cachoeira Dantas, de 13 km, ambas com dificuldade moderada. Tanto que existe até festival da trilha, o festival da trilha do Gago, já em sua nona edição.

Mas existe também a possibilidade de visitar a Área de Proteção Ambiental de Murici, com sua Estação Ecológica, de responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Todo o conjunto de cenários e paisagens naturais fez a área ser inserida na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), ganhando o status de Patrimônio da Humanidade concedido pela Unesco. Incorporando áreas de domínio às bases da Escarpa Cristalina Oriental do Planalto da Borborema a um nível de 500 metros acima do mar, podemos destacar as serras do Ouro, dos Frios, Azul, da Palha, dentre outras. No local existem várias quedas d’água, tendo como destaque as cachoeira da Catita, em Ibateguara e a da Tiririca, em Murici, representando pontos potenciais ao ecoturismo na região.

 

 

 

Fonte: rotadosertao.com / Com informações de Claudio Bulgarelli

Crédito Foto:  Ascom Prefeitura

Tags: Ibateguara, cidade , frio , cachoeiras, exuberantes
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Esportes / Pernambuco 03/06/2018 11:16 Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Zagueiro destaca papel nos problemas fora das quatro linhas e...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...
Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Alagoas 04/08/2013 10:02 Novas eleições ocorrem neste domingo em 16 municípios Neste domingo (7), eleitores de 16 municípios de sete Estados...