Marcão fala de dispensa em massa do Sergipe, despista sobre futuro, mas diz:

ESPORTES

Marcão fala de dispensa em massa do Sergipe, despista sobre futuro, mas diz: "Preciso trabalhar"

23/03/2020 23:32 Goleiro diz que diretoria acertou ao dispensar jogadores em meio a incerteza da continuação da temporada 2020 no futebol e criticou a CBF: "Não tomam uma posição definitiva". Marcão fala de dispensa em massa do Sergipe, despista sobre futuro, mas diz: "Preciso trabalhar"

Os efeitos que a pandemia causada pelo novo Coronavírus vem afetando, e muito, o esporte. Em Sergipe essa situação não é diferente. Além da paralisação do estadual por tempo indeterminado, a diretoria do Sergipe tomou a decisão de dispensar todos os seus jogadores, na última sexta-feira. Aos poucos os agora ex-jogadores estão se acostumando com essa nova situação. Um deles é o goleiro Marcão. Apesar da situação atual, ele concorda com a decisão tomada pelo presidente do clube, Ernan Sena.

- O Ernan é um cara muito sério ne, desde que eu cheguei ele sempre honrou com os compromissos e nessa situação ele ficou às escuras, sem saber o que fazer, até porque a federação não deu uma posição definitiva para os clubes e ele preferiu, com medo das rodoviárias e aeroportos e estradas fecharem, liberar todos os atletas e claro, que ele tem a possibilidade de dar entrada na rescisão só daqui 30 dias, então isso é uma segurança para ele caso campeonato seja retomado. Então o que ele passou para gente foi isso, o medo da situação, o custo elevado de manter os jogadores aqui - disse Marcão.

Natural do Espírito Santo, o jogador vai continuar na capital sergipana, por pelo menos, mais um mês, até que a crise do COVID-19 passe. Com as rodoviárias e aeroportos fechados por causa da pandemia, a família iria de carro até o estado natal do goleiro, mas por medidas de prevenção, ele e a família resolveram ficar .

- Decidimos ficar em Aracaju, em comum acordo, a princípio até o final do mês que vem e vamos ver o que se decidiu em termos dessa situação que está o país, e caso esteja a situação normalizada, a gente vai lá para o espírito santo, na minha terra natal, se não tiver normalizada ainda a gente vai ficar aqui até que tudo seja normalizado. A gente iria de carro, atravessa a Bahia inteira para chegar lá, e em algumas cidades da Bahia o pico da doença está elevado, então por questões de segurança mesmo vamos ficar por aqui - disse.

Para oficializar a dispensa, os ofícios precisam ser encaminhados para a CBF em até 30 dias Até lá os contratos ficam suspenso. E se a situação se normalizar? Será que o Marcão voltaria a defender a meta do colorado?

- É muito incerto ne?. Eu hoje estou sem contrato, em busca d eum clube novo. Caso apareça alguma situação para mim eu vou aceitar, até porque eu sou pai de família, eu preciso trabalhar. E se essa situação aparecer como um contrato mais longo, dificilmente eu retorno para o Sergipe. Claro que se não tiver nada até a volta do campeonato ou ano que vem, todo mundo sabe a minha identificação com o Sergipe, o torcedor me abraçou eu tenho um grande carinho pelo clube então deixo sempre as portas abertas aqui - alertou

Para qualquer atleta de alto rendimento ficar parado por muito tempo é sinônimo de perda de ritmo e até de qualidade na parte física. O futuro incerto de quando os jogadores vão poder treinar normalmente em seus clubes, ou até mesmo em academias, preocupa a classe, que cobra, cobra, inclusive, uma postura de ajuda da CBF.

- É triste e lamentável. A gente que é atleta de alto rendimento, parar assim é complicado. Mas a gente entende que é uma situação mundial que está acontecendo. A gente precisa ficar em casa, passar esse pico, mas a gente é atleta, a maioria deles não tem outra renda e isso dificulta bastante para os clubes e para o jogador. A CBF tem alternativas para ajudar os clubes, mas ninguém toma uma resposta definitiva. A CBF não dá uma posição definitiva, a federação não da uma resposta definitiva e ai vai virando uma bola de neve que só que é prejudicado são os clubes e os atletas - completou.

O certo é que enquanto não passar a pandemia causada pelo coronavírus, muitos pontos de interrogação no esporte ainda vão existir. E para achar todas essas respostas, Marcão reforçou o pedido para que todos fiquem em casa e cumpram as medidas de higiene para evitar a proliferação do vírus.

- Continuem em casa, higienizem bem as m|aos com sabão e água, álcool em gel. É muito importante todo mundo se cuidar para que essa epidemia não chegue muito forte aqui no Brasil - finalizou.

 

 

Fonte: rotadosertao.com / Com informações do GloboEsporte

Crédito Foto: José Maria Marques

Tags: Marcão, dispensa ,massa ,Sergipe, despista , futuro
Comentários:
    Seja o primeiro a comentar...

Mais lidas

Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão Bahia 10/01/2013 14:44 Por causa de um gato, homem é assassinado pelo vizinho a golpes de facão A confusão começou porque Linaldo supostamente matou o gato da...
PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Sergipe 10/05/2010 10:17 PM evita invasão ao Fórum de Frei Paulo Polícia é acionada por juíza para conter invasão ao Fórum...
Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Alagoas 27/03/2012 16:15 Há oito anos Alagoas perdia o cantor Kara Veia Cantor até hoje tem sua canções tocadas em emissoras de...
Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Esportes / Pernambuco 03/06/2018 11:16 Contratado para dar experiência à zaga do Santa, Danny Morais quer ser líder no clube Zagueiro destaca papel nos problemas fora das quatro linhas e...
Advogado tenta impedir reportagem que denuncia deputada Thaise Guedes Alagoas / Política 03/02/2018 14:32 Advogado tenta impedir reportagem que denuncia deputada Thaise Guedes EXTRA é ameaçado de processo ao apurar denúncia contra parlamentar.